Ambientes Gráficos – GNOME, KDE e XFCE

Um ambiente gráfico é, em resumo, o programa responsável por mostrar as janelas, menus e outros elementos gráficos na tela.

Uma das grandes maravilhas dos sistemas Unix e derivados é a possibilidade de escolhar qual o ambiente gráfico que você deseja usar. Pois existe uma lista generosa de ambientes gráficos para Linux. Com isso podemos achar qual é o que nos melhor agrada.

Ubuntu usa, por padrão, o GNOME como ambiente gráfico, mas nada impede que instale o KDE e/ou programas feitos para o KDE. Existem ainda as variações do Ubuntu que usam outros ambientes como o Kubuntu (KDE) e o Xubuntu (XFCE).

Dentre todas as opções os mais conhecidos são o GNOME e o KDE, e aqui ainda vou apresentar o XFCE que não é tão conhecido.

GNOME – É usado em distribuições como Debian, Ubuntu, Arch Linux, Slackware, Fedora, Foresight Linux e tem como objetivo principal ser simples, eficiente e estável, mantendo uma boa aparência. E é ainda mais do que um gerenciador de janelas/desktop servindo como uma base para aplicativos. Essa interface lembra um pouco o MacOS, porém consegue se manter original.

KDE – Kubuntu, Fedora, Mint, openSUSE, Mandriva, Gentoo fazem parte das distribuições qua já vem com o KDE instalado. Ele traz, digamos que, “o melhor de dois mundos”, ou seja, usa referências do Windows e do MacOS para construir a interface, mas de uma forma original. Por isso o KDE é visualmente mais bonito do que o GNOME, usando transparências, janelas bem desenhadas e efeitos de desktop de encherem os olhos d’água. Quanto à desempenho ele será um pouco mais lento e instável do que o GNOME, porém com o nível dos computadores hoje isso já se torna quase imperceptível. E assim como o GNOME ele é mais do que simplesmente um gerenciador de janelas/desktop e é também uma base sólida para a consturção de aplicativos.

XFCE – O XFCE já vem instalado em distribuições como Xubuntu, DreamLinux, Gentoo e Slackware. O XFCE é uma opção de ambiente gráfico para máquinas que não dispõe de um grande poder de processamento e abundância de memória, sendo assim mais leve e com menos recursos, porém mantém um ambiente agradável, parecendo com o GNOME.

Uma observação importante à se fazer aqui é quanto às comunidades de cadas ambiente gráfico. O GNOME e o KDE possuem comunidades imensas em todo o mundo, porém o XFCE ainda não, tanto que ainda não tem nem site oficial da comunidade aqui do Brasil, por enquanto eles ficam ligados às distribuições como o Xubuntu.

Independente de qualquer coisa é sempre bom fazer parte de uma comunidade, participar, contribuir com algo que acreditamos e queremos ver crescer e para isso temos as comunidades do GNOME Brasil, KDE Brasil e XFCE.

Anúncios

One thought on “Ambientes Gráficos – GNOME, KDE e XFCE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s