Experimente o ChromeOS em seu Ubuntu

Há 3 anos atrás, a Google, empresa que domina uma série de serviços da web essenciais para o nosso cotidiano além de nossas mentes, anunciou um projeto audacioso, porém muito interessante. A ideia é ter um sistema operacional que utilize apenas de aplicativos web, o que permitiria uma integração enorme entre seus dados off e online, além de exigir recursos muito menores em termo de hardware para que a empresa pudesse vender os seus tão estimados Chromebooks. O vídeo abaixo explica um pouco da filosofia por trás da ideia:

Atualmente, o ChromeOS é desenvolvido no projeto ChromiumOS, que é de código aberto e pode ser acessado nesta página.

Mas… e se você não tiver como comprar um Chromebook, ou simplesmente não estiver preparado para migrar para um sistema inteiramente baseado em tecnologias da web? Bom, você já pode experimentar o seu ChromeOS em seu notebook com o Ubuntu, afinal, a base do ChromeOS é o próprio Linux Ubuntu 😀

Trata-se de um hack feito com a versão aberta do ChromeOS (ChromiumOS) para testes e NÃO para uso final OK? Este ChromeOS só funcionará em sistemas Ubuntu 64 bits.

O processo é simples! Entre no site do projeto e baixe o .deb:

Baixe aqui o instalador

Execute o .deb, abrindo-o com a Central de Programas. Você também pode entrar no terminal e digitar os seguintes comandos:

sudo dpkg -i lightdm-login-chromiumos_1.1_amd64.deb

sudo apt-get -f install

Mas para isso você deve navegar até a pasta onde o arquivo foi baixado, utilizando o comando cd.

Feita a instalação, você pode acessá-lo através de uma janela em seu próprio ubuntu, com o comando no terminal:

chromeos

Ou você pode tê-lo em tela cheia, basta fazer logout de sua sessão e escolher “ChromiumOS” em seu menu de ambientes gráficos.

É importante ter em mente que este hack não te fornecerá uma completa experiência do ChromeOS, já que algumas coisas não funcionarão bem:

  • Alguns atalhos de teclado e gestos;
  • Importar imagens de câmeras, arquivos de pen-drives, etc;
  • Sessão de usuário convidado;
  • Atualização automática;

Mesmo assim, vale a pena experimentar um pouquinho do sistema web:

Tela de Login em modo janela. Você pode continuar utilizando seu sistema Ubuntu.

Tela de Apresentação

Um menu com seus aplicativos web, sincronizados com sua conta.

Um menu simples de configurações gerais.

O próprio Chrome assume os ícones dos sites que não são WebApps.

A tela cheia retirou a transparência. Será que era pra ser assim mesmo?

Algumas coisas podem causar estranhamento, especialmente o comportamento dos WebApps como ícones separados e ao mesmo tempo abas no navegador. Mas a proposta da Google parece funcionar bem para um notebook que utilize exclusivamente neste ambiente.

Afinal, não é a Web o sistema do futuro? 😉

Anúncios